Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Terceiro ano de sossego no São João


Tal como o ano passado e, salvo erro, há dois anos atrás, o ghetto onde moro não vai ter a tradicional festa de São João. Dizem alguns que é da crise e da cada vez maior indisponibilidade das pessoas para tratar dos assuntos relacionados com a organização da mesma, mas eu acho que é mesmo por má gestão dos fundos vindos da Câmara Municipal.

Isto não me incomoda nada, como devem imaginar se leram o meu post «Tormentos de verão». O local habitual da festa fica a 20 metros de minha casa, por isso não ter aquele barulho é mais uma benção que outra coisa. Há muito que reclamava por noites de sossego no São João e finalmente tenho-as.

No entanto, nesta situação há uma coisa que me incomoda: o facto da construção do recinto, uma associação recreativa, ter sido paga em parte com dinheiro que a população doou. Algum desse dinheiro foi uma contribuição dos meus pais. Agora, temos aqui ao pé de casa um mamarracho que não serve absolutamente para nada. Ninguém o pode utilizar; boa parte dos electrodomésticos foram roubados, sem que a fechadura tivesse sido forçada; a fachada nunca foi terminada e, ao fim de mais de uma década de existência, continua com o cimento das paredes à vista; e o telhado, mais dia menos dia, acaba por ceder (que tipo de construção foi esta, para ter estes problemas ao fim deste tempo todo).

Quem tem a chave das portas é a Câmara Municipal. No entanto, muitos dos electrodomésticos que estavam dentro do edifício desapareceram. A porta não foi forçada, de acordo com alguns locais e a GNR. Quem foi o ladrão? Se calhar foi alguém do grupo de pessoas que, durante anos, recebia dinheiro do município para investir em actividades e preferia gastá-lo em churrascos onde que era frequente ficar comida a apodrecer ao ar livre. Recordo-me de uma vez ter visto várias caixas de peixe, ao sol, durante semanas. O cheiro era horrível, mesmo à distância.

Quem roubou os electrodomésticos deverá permanecer para sempre um mistério; o dinheiro que as pessoas doaram nunca mais vai ser recuperado. Por isto, não censuro os meus pais por não terem muito espírito comunitário. Mas ainda bem que este ano não vai haver festa de São João!

Post a Comment