Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Evolução explica maior número de filhos em casais pobres


Daniel Nettle, da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, diz que a sociedade está errada quando atribui a baixa escolaridade como um dos grandes motivos para as pessoas pobres terem mais filhos. Nem a falta de televisão pode ser tida como culpada, como tantas vezes acontece.

Para esta investigadora, o facto das pessoas pobres terem muitos filhos deve-se apenas à evolução. De acordo com a teoria evolucionária, quando um mamífero vive num ambiente inóspito e imprevisível e tem boas hipóteses de morrer cedo, ele adopta uma estratégia de reprodução que lhe permite ter mais crias mais cedo, aumentando assim as probabilidades de manter a linhagem. Este é um comportamento já conhecido em diversas espécies animais, mas agora acredita-se que também ocorre nos humanos.

Para esta investigadora, ao percebermos as reais razões para as pessoas pobres terem mais filhos, é possível criar melhores políticas sociais para acabar com os problemas que a pobreza acarreta, como a fome e a maior violência.

Mas há quem defenda que a redução da pobreza só por si não é suficiente para acabar com todos os problemas que se crêem que advém dela. No livro "The Spirit Level", os epidemiologistas Richard Wilkinson e Kate Pickett acreditam que a disparidade entre ordenados numa sociedade são os grande causadores de mortes prematuras, gravidez na adolescência e incidência de violência.

Isto é tudo um pouco confuso para quem não é do ramo, como eu, mas todos estes dados parecem fazer sentido por si e também juntos. Podem ler toda esta informação completa no site New Scientist.


One Response to “Evolução explica maior número de filhos em casais pobres”


  1. Ola


    A autora considera diversos factores para explicar fenomenos relacionados com o ciclo vicioso da pobreza, e nem sempre me parece muito claro por que e que em certos casos ela estabelece causalidade entre os fenomenos, e noutros aceita que ha correlacao sem arriscar dizer que ha causalidade.

    Parece-me valida mas incompleta a hipotese avancada que a gravidez na dolescencia nao e tanto como se julga um acto irreflectido mas sim uma reaccao evolucionaria e consciente. Esta hipotese parece omitir algo e discutido de forma mais ou menos discreta aqui no Reino Unido: e que as maes solteiras tem mais rapido acesso a habitacao social em comparacao com outras pessoas com carencias.

    Considerando a incerteza profissional dos jovens menos qualificados e o preco das casas, a ideia "deixa-me ca engravidar ja para assegurar o meu poiso" e uma opcao de vida que todos sabemos existir mas fica mal debater abertamente em publico: e que uma vizinhanca onde residem 80% de pessoas em habitacao social e uma vizinhanca que vai manter o sentido de voto inalterado anos a fio - e menos uma fonte de incerteza para quem ja esta no governo num determinado momento.

Post a Comment