Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Mais um verão provavelmente sem praia


Este ano, tal como o ano passado, o meu verão vai ser passado... em provavelmente todo o lado menos na praia. Talvez faça uma pequena visita a uma se me chatearem muito para ir, mas não vou ter grande gosto em ficar a torrar ao sol no meio da areia, nem sequer vou querer ficar por lá muito tempo.

Ao contrário de muita gente, eu não sou grande apreciador. Até gosto de ir de vez em quando a uma praia pouco movimentada ou mesmo deserta e passar lá parte da manhã ou da tarde, mas fico-me por aí.

As praias, normalmente, estão repletas de pessoas aos berros e mal educadas, cheias de lixo e fezes, mal há espaço para estar completamente esticado, e ainda por cima eu tenho hidrofobia e por isso não vou até à água. E mesmo que não tivesse esta fobia, depois de ouvir várias pessoas admitir orgulhosamente que costumam aliviar a bexiga dentro de água, teria a mesma vontade que tenho agora.

Se está calor e me quero refrescar, vou até um sítio com sombra e bebo alguma coisa fresca (normalmente cerveja ou água). Resolve o problema e escuso de me tentar matar por afogamento, depois de alguns minutos a esbracejar como se estivesse a ter um ataque qualquer dentro de água.

Em vez de praia, prefiro andar pelo campo, num grande centro urbano, no meio da serra, etc. Praticamente qualquer actividade é melhor que praia, até ficar em casa a vegetar. É o que acho.

Este ano, tal como em todos os outros, só vou à praia se a companhia for muito boa e/ou se me chatearem mesmo muito para ir. De resto, prefiro ganhar bronze de outras formas (ainda por cima nem preciso de muito sol para ficar bronzeado).


10 Responses to “Mais um verão provavelmente sem praia”


  1. Em relação ao teu post, discordo totalmente contigo mas gostos não se discutem. Apenas um reparo: não sei a que praias costumas ir mas as praias onde habitualmente vou não têm nem fezes nem lixo. Além de hidrofóbico deves sofrer também de agorafobia. Aliás, muitos dos pinhais e matas que poderás eventualmente visitar, e ao contrário da quase totalidade das praias deste país, estão sujos, precisam de ser tratados e possivelmente são alvo de muito cagatório humano e até de frequente presença de trabalhinhos de prostitutas. Quando sacares a primeira jola da tua geleira, olha por onde te sentas senão ainda tens uma surpresa.


  2. Mas tu ao menos sabes o que é agorafobia? :P

    Em que tipo de matas andas tu? Aqui, salvo alguns (poucos) locais que servem de depósito de lixo, só pecam é por ter a vegetação densa. De resto, com o mínimo de cuidado anda-se à vontade.


  3. (repara como eu não assumi que tu te prostituis ou passas a vida nas putas, só porque mencionaste que há pinhais onde é frequente a prostituição. podia-o ter feito, já que tu assumiste que eu tenho agorafobia só porque não gosto de praias cheias de gente.)


  4. Oh Bruno diz-me que praias são essas para não por lá os pés :P

    Concordo na perspectiva do barulho e espaço, agora o resto parece-me um cenário mad max na praia :)

    Mas se realmente és hidrofóbico e não aprecias a torradeira que é a praia, uns passeios à beria-mar á noite é o que te recomendo :)


  5. Já vi isto nalgumas praias onde andavam a passear com cães.

    Passeios à noite, na praia? É interessante, sim. ;)


  6. Amen Bruno.
    Praia só se for entre as 18h e as 21h...
    Gosto de estar sossegado e na praia raramente isso é possível.
    Tenho um medo diferente do teu: medo de ser gamado.


  7. A tua vida é chata


  8. Bem pelo contrário


  9. Já somos dois! Também não ligo!

    E tirares o word verification?


  10. Acho que não tinha o word verification activo.

Post a Comment