Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Meia hora de fogo de artifício em 3 minutos


Todos vós - ou quase todos - devem saber que o 4 de Julho é uma data importante do calendário dos Estados Unidos da América, conhecido por ter dado nome a um filme com o mesmo nome do feriado, o Independence Day. Neste dia, e porque os americanos conseguem ter um patriotismo doentio e exacerbado, a utilização de fogo de artifício é tão comum como a própria respiração.

É frequente estes espectáculos pirotécnicos durarem bastante tempo. Foi o que aconteceu em Toledo, Ohio, que teve fogo de artifício durante uns longos 30 minutos.

Dustin "UPSO" Hostetler foi uma das pessoas a assistir à explosão de cores no céu de Toledo. Ele gravou o espectáculo e acelerou-o para o condensar em 3 minutos. O resultado, que podem ver aqui, é muito bom e lembra-me a sensação que tenho quando as enxaquecas decidem dar um ar da sua graça

via Boing Boing


6 Responses to “Meia hora de fogo de artifício em 3 minutos”


  1. Olha que o "patriotismo doentio", neste caso e para mim, e uma coisa boa...
    Eles sabem a grande nacao que tem e sao orgulhosos por isso.

    Preferias wue fossem como nos portugueses que vemos so merda e nao mexemos uma palha?

    Garanto-te que, aqui, as coisas nunca teriam chegado onde chegaram em portugal e ja teria havido uma guerra civil/golpe de estado!

    Hugz,
    Luis


  2. Para mim, "nem tanto ao mar, nem tanto à terra". Ainda bem que têm orgulho no país que têm, mas a ideia que tenho é que eles são propensos ao exagero nesse orgulho.


  3. 4 julho é o dia de Coimbra. Agora americas... blah! Onde é que a América é melhor que Coimbra? Ah pois é...
    (o fogo de artifício é só no dia da procissão, quando há procissão!).


  4. Bruno,

    Eu acho este patriotiamo muito bonito :o)
    Ver a forma como as pessoas agradecem aos soldados quando se cruzam com eles ou o orgulho dos soldados em terem servido o pais, mesmo depois de terem amputado um braco ou uma perna...

    E a tal cena, por muito que nos custe compreender, estes gajos que vao para o iraque e afins vao, na sua cabeca, lutar pelo seu pais e pela liberdade que ele representa.

    E dificil e estranho compreender!
    Eu mesmo me tenho debatido com imensas cenas por ca e cada vez mais adoro este pais...

    Recentemente o estado do Arizona passou uma lei que permite pedir identificacao a qualquer pessoa sem "razao aparente" (apenas por suspeita e nao por cometer um crime).

    A minha primeira observacao, como portugues, foi: e qual e o problema? Quem nso deve nao teme!

    Pois aqui e diferente, as pessoas nao gostam que lhes mexam na liberdade e, grande parte delas, tomaram esta lei como uma parvoice!

    Eu estou na minha...sei que a lei foi criada pela quantidade de ilegais e drogas que entram pela fronteira no Arizona e a gota de agua foi quando uns baroes da sroga assassinaram um Americano dono de um rancho porque o gajo lhes apontava a arma sempre que passavam pelo terreno dele com drogas,,,

    Tambem descobri a razao pela qual eles dao tanto valor a poderem ter uma arma e apaixonei-me, mais uma vez, pelos seus ideais!

    Hugz,
    Luis


  5. É um país que gosta de guerras, por isso não vejo com muito bons olhos esse agradecimento aos soldados.

    Nessa questão da abordagem tuga, dou-te toda a razão. Mas diz-me, eles têm feito alguma coisa para revogar essa lei?


  6. Estas a falar da de imigracao? Tem sido totil debatida...

    A cena e que o Estado do Arizona quer implementa-la mas, supostamente, e ilegal porque vai contra a constituicao e contra a lei federal (algo que nao pode acontecer)...

    Ainda nao sei como vai ficar!

    Quanto a ser um pais que gosta de guerras, e a tal cena, historicamente, eles sao mesmo muito bons nisso!

    Foram feitos montes de avancos tecnologicos gracas a guerra e eles aperceberam-se disso.

    Mas o que te estava a tentar explicar e como, moralmente, as pessoas aqui sejam defensoras da liberdade e nao questionem as decisoes do governo no que toca a guerra porque acreditam que estao a lutar pela liberdade - o seu bem mais precioso (e claro que nem todos sao da mesma opiniao, mas a maioria e).

    E o que eu acho lindo e poetico e a tal cena deles terem alto amor aos soldados e agradecerem por estarem a lutar pelo seu pais.

    Agora pergunto-te: tu lutarias por portugal? sem questionar porque amas o teu pais?

    Eu nao...mas, simplesmente, porque o pais nunca me amou a mim e foi padrasto.

    Hugz,
    Luis

Post a Comment