Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Pouco tempo livre = má forma física


Desde que comecei a trabalhar nesta empresa, o meu tempo livre foi quase todo pelo cano abaixo, e com ele está a ir a forma física. Passo o dia quase todo sentado, e quando saio do trabalho vou cansado e sem tempo para poder agarrar na bicicleta para pedalar uns quilómetros ou caminhar durante uma ou duas horas. Por isso, decidi fazer pelo menos 50 abdominais por dia e umas quantas flexões e outros exercícios, pelo menos até arranjar mais tempo ou algum equipamento para fazer exercício.

Não faço ideia se isto é suficiente. Provavelmente não é. Mas entre isso e não fazer nada, prefiro fazer pouco mas fazer alguma coisa. Pelo menos não me pesa tanto na consciência.

Tomar mais atenção à alimentação é algo que terei que fazer. Passo sempre muitas horas sem comer nada, e quando finalmente como estou com tanta fome que acabo por quase sempre comer um pouco demais. Umas bolachas de água e sal, uma peça de fruta ou assim são opções para comer a meio da manhã e da tarde, por forma a aliviar a fome e evitar possíveis exageros.


5 Responses to “Pouco tempo livre = má forma física”


  1. Eu tenho o mesmo problema, agravado pela distancia do emprego até casa. O meu truque é um bom pequeno almoco, um cappuccino a meio da manha, e um bom almoco. Eu recomendaria no teu caso levares um pacote com uma mistura de frutos secos, nozes e afins. Se petiscares a meio do dia vais ver como isto te tira a fome, sem engordar. E nem precisas de comer em grande quantidade.


  2. Por acaso já me tinha lembrado de comer qualquer coisa a meio da manhã e da tarde, como refiro no último parágrafo.

    Talvez devesse também cortar nos líquidos. Por dia, bebo litro e meio de pleno tisanas, quando não bebo mais...


  3. Eu trabalho a 35 km de casa e todos os dias apanho pelo menos 1 hora de trânsito em cada sentido. Estipulei que se chegasse a casa antes das 20:00 que ia andar/correr uma hora à volta da Baía do Seixal.

    Felizmente o tempo de férias significa "menos" trânsito e tenho chegado sempre cedo a casa. O problema é que vou sozinho e enquanto faço exercício sempre fico a ouvir música e ao mesmo tempo a pensar na vida (infelizmente estou sempre a pensar a pensar nisso)


  4. Tive um professor de análise que não comia fora de casa. Um dia no retorno à linha de Cascais, desmaiou no Cais do Sodré. Foi levado para S. José e o médico depois de ter pedido umas análises e ele ter acordado perguntou-se se tinha comido. Leva de casa se for necessário mais come e bebe com regularidade.

    Não podes ter qualquer actividade física no teu novo trabalho (ou à sua volta)?


  5. Carlos, já comecei a dar a volta à parte da alimentação. Todos os dias como qualquer coisa leve a meio da manhã e da tarde, e bebo litro e meio de pleno tisanas.

    Quando ao exercício, só o faço quando vou almoçar (do trabalho para o carro e do carro para o trabalho). Ali não há hipótese para exercício físico. :(

Post a Comment