Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Ciência versus Fé



3 Responses to “Ciência versus Fé”


  1. a Ciência é muito importante, sem dúvida!

    Mas também é verdade que acreditar que tudo surgiu por um simples acaso ou coincidência de situações, é em si, um "acto de fé".


  2. Sim, concordo. Ainda hoje vi um documentário na RTP2 sobre o coração e um dos participantes chegou àquilo que é hoje conhecido como Síndrome do Coração Partido através de uma "fé" que teve. Mas a fé desta imagem é a religiosa, e nesse aspecto concordo com a ilustração.


  3. Ao contrário do que o Anónimo disse, não é uma questão de fé mas sim da existencia de grandes números, ou seja basta existir uma quantidade significativamente grande de planetas para que mesmo sendo a probabilidade pequena a vida surja em algum planeta.
    Um exemplo mais simples é o Euromilhões, em que a probabilidade de alguem acertar na chave correcta é de 1 em 76,275,360. Ou seja, é um número bastante infimo, correcto? No entanto o Euromilhões sai a alguém, não é? Como é possível então? Bem, porque existe uma quantidade suficientemetne grande de pessoas a jogar no euromilhões para que esta probabilidade pequena se torne possivel.

    O mesmo se aplica ao surgir da vida por as condições serem as correctas visto existir um número suficientemente grande de planetas para que essa probabilidade por muito infima que seja aconteça. E a prova que tal é possível é que estamos aqui a ter esta conversa...

Post a Comment