Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Água: a receita para perda de peso


Tantas idas ao ginásio, lipoaspirações, comprimidos para emagrecer, dietas de alface e sei lá mais o quê, quando basta beber 0.25L de água antes de cada refeição para ingerir menos calorias e perder mais peso ao longo do tempo. Simples e, dizem os autores do estudo, eficaz.


9 Responses to “Água: a receita para perda de peso”


  1. Sim isso é verdade. E alimentos ricos em água, como por exemplo a melancia, também ajudam a emagrecer. Isto acontece, essencialmente, porque a água tem zero calorias e preenche espaço no estômago ficando a pessoa saciada mais facilmente mesmo não ingerindo tantos alimentos.


  2. Agora é que me dizes isso?! eu bebo sempre uma garrafa de agua ... mas eu quero engordar!!!! lol

    Mas realmente ocupa espaço a água, outro truque é comer até ficar satisfeito. :P


  3. Gonçalo, eu farto-me de beber água durante o dia, mas não antes de ir almoçar ou jantar. Tenho que guardar alguns decilitros dela para antes das refeições.

    Rúben, queres engordar?! Tomaria eu emagrecer, porque engordar é mais fácil.


  4. Respondendo ao ultimo post, emagrecer é mais dificil que engordar. Tem tudo a ver com hábitos alimentares. E acrescento mais um milagre da água:diminui a celulite. Eu noto logo diferença qdo bebo mais água. No meu blog tenho algumas dicas para engordar e emagrecer http://silbas.blogspot.com/search/label/Dieta


  5. Por acaso já sabia :-)


  6. E ainda não tinhas partilhado comigo?!


  7. Bruno,

    Posso, por experiencia, explicar-te que esse estudo esta errado.

    O estudo diz que, em media, pessoas que tenham tomado 2 copos de agua antes das refeicoes comeram menos 75 a 90 calorias do que os outros.

    Isso significa que essas pessoas nao comeram tudo o que estava no prato (talvez por se sentirem mais cheias).

    O problema no raciocinio desse estudo e que nao esta a tomar em conta "binge eaters" (como, infelizmente, e o meu caso -> http://en.wikipedia.org/wiki/Binge_eating).

    No meu caso, eu como tudo o que esta no prato, nao por ter fome mas por necessidade.
    Como ate me sentir cheio / mal disposto e, mal passa essa indisposicao, sinto necessidade de comer novamente (embora ja tenha comido bastante mais do que necessito).

    Em Fevereiro do ano passado cheguei a ter 151 kilos e comecei uma dieta rigorosa e a fazer bastante exercicio fisico e cheguei aos 96.5 (+/-).

    O problema e que, cerca de Janeiro deste ano, passei por umas situacoes chatas / stressantes na minha vida e voltei a refugiar-me na comida.

    Cerca de 8 meses mais tarde estou com 130 kilos. Ou seja, mais de 30 kilos a mais do que quando cheguei ca.

    A culpa nao e dos Estados Unidos e da sua comida (espectacular) mas sim de uma eating disorder.

    E o maior problema disto e que, quanto mais como, mais me sinto mal comigo mesmo (gordo e com roupa apertada / desconfortavel) o que me deprime.

    E sabes o que fazemos quando estamos deprimidos? Comemos porque nos provoca um bem estar imediato (e atencao que eu disse IMEDIATO, nao a longo prazo).

    Assim sendo, posso garantir-te que esse estudo e (praticamente) inutil.

    Abraco!
    Luis Miguel


  8. Luís, recomendo-te o livro "Women, food and God" da Geneen Roth. Não tem nada a ver com religião, não te assustes :-)

    Fala mesmo disso a que te referiste, "binge eaters" com problemas emocionais. Vi-a na Oprah e eu própria vou comprá-lo.

    Eu no meu caso engordo só do ar. Eheheeh! Não sou "binge eater", nem nunca fui.


  9. heheh :o)

    Sorte a tua cara amiga!
    Tenho andado a pensar muito no assunto e chego a conclusoes engracadas / obvias. O problema e que essas conclusoes nao me ajudam em nada! lolol

    Por exemplo, concluo que o periodo em que "me sinto mais feliz" e quando estou a engordar (no inicio) porque estou magro E sinto que posso comer o que quero ;o)

    ...e claro que isso nao me ajuda em absolutamente nada :oP

Post a Comment