Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

DGS coloca 10 distritos em alerta amarelo devido a altas temperaturas


Esta vaga de calor não vai embora. Tivemos vários dias de calor abrasador e depois vieram alguns dias com o céu nublado mas com o calor a manter-se. Hoje, a Direcção Geral de Saúde (DGS) colocou 10 distritos de Portugal continental em alerta amarelo, devido às altas temperaturas que se têm feito sentir e estão previstas para os próximos dias.

Os distritos em alerta amarelo são Braga, Bragança, Beja, Évora, Faro, Lisboa, Portalegre, Santarém, Setúbal e Vila Real. Mesmo que não residam neles, tenham especial cuidado com a exposição ao calor. A frequente ingestão de líquidos, especialmente água, é altamente recomendada.

As pessoas que fazem parte dos grupos de risco (crianças nos primeiros anos de vida, idosos, doentes crónicos e pessoas que tomam medicamentos anti-hipertensores, antiarrítmicos, diuréticos e antidepressivos) devem ter ainda mais cuidado, porque são elas a sentir primeiro os efeitos da exposição ao calor. As altas temperaturas também agravam os sintomas dos doentes crónicos.

A desidratação não é a única preocupação que se deve ter. Se vivem Bragança, Coimbra, Évora, Faro, Lisboa, Penhas Douradas, Sines, Viana do Castelo e Santa Cruz, tenham cuidado com a exposição à radiação ultravioleta. O Instituto de Meteorologia (IM) diz que hoje, nestes distritos, o risco está classificado como "Muito Alto" e aconselha ao uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt e protector solar. Se forem para a praia, evitem as horas de maior calor e usem protector solar com índice de protecção elevado.

Mesmo quando este calor se for embora, continuamos a ter motivos para preocupações. Diz-nos o Público que «as catástrofes de Verão poderão vir a ser normais» dentro de alguns anos. Esta opinião é partilhada por Filipe Duarte Santos, especialista em alterações climáticas da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), e Pedro Viterbo, coordenador científico do Instituto de Meteorologia.

Resumindo: cuidado com o calor, porque daqui para a frente é bem capaz de se tornar ainda pior.

Post a Comment