Teorema matemático criado e provado de propósito para episódio do Futurama

Acabo de saber pelo Neatorama.com que o produtor do Futurama, David X. Cohen, pediu a um membro do staff com doutoramento em matemática, de nome Ken Keeler, para criar e provar um teorema de propósito para o décimo episódio da próxima temporada da série...


A Featured Post Title

Mozilla lança alpha do Fennec para Android e Nokia N900


Antes de mais, convém explicar o título do post. Tudo começou quando o João Neves mencionou, no Twitter, o lançamento de uma versão Alpha do Fennec para o sistema operativo Android e o Nokia N900. O Artur Ventura respondeu, em jeito de brincadeira, «o nome fennec faz me lembrar a palavra faneca». De seguida, o João Neves sugeriu-me esta frase para o título do post e eu, depois de duas ou três gargalhadas, aceitei de bom grado.

E agora ao que interessa…

A Mozilla anunciou o lançamento de uma versão Alpha do Fennec, o browser para dispositivos móveis, para o sistema operativo Android e o telemóvel N900 da Nokia. As novidades mais sonantes são a inclusão do Sync e a separação de processos entre o interface e o “núcleo” do browser

À medida que a utilização de dispositivos móveis para aceder à internet aumenta, torna-se necessário ter browsers cada vez mais completos e eficientes nesses mesmos gadgets. O Fennec, da Mozilla, oferece isso mesmo.

A versão Alpha do Fennec, lançada hoje pela Mozilla, pode ser instalada no sistema operativo Android e em telemóveis Nokia N900. Com ela, vem incluído o suporte nativo para o Sync, uma funcionalidade que permite aos utilizadores partilhar sessões, histórico, separadores e passwords, de forma transparente, entre diferentes instalações dos browsers da Mozilla. Isto significa que podem ter, no vosso dispositivo móvel, o mesmo histórico e até os mesmos separadores que têm no vosso computador pessoal.

Para além destas funcionalidades, o aumento da performance e a diminuição do tempo de resposta à interacção com o utilizador tiveram um grande foco nesta versão. Para conseguir isso, foram implementadas duas tecnologias conhecidas como Electrolisys e Layers. A primeira permite separar em dois processos diferentes o interface e o motor de render do browser; o segundo, melhora a performance e o tempo de resposta da aplicação em interacções gráficas, como zoom, animação e vídeo.

Também, mais direccionado para webdevelopers, foram incluídos suporte para HTML5 e CSS3. No que toca a Javascript, é usado o Trancemonkey para fazer a interpretação do código.

As notas de lançamento do Fennec estão aqui. O download pode ser feito aqui.

originalmente publicado por mim em mozilla.pt

Post a Comment